Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/06/21 às 19h42 - Atualizado em 1/07/21 às 11h04

Secretaria de Economia recebe representantes do setor produtivo em lançamento do Fórum Econômico pós-Covid-19

COMPARTILHAR

Participantes conheceram escopo da proposta que visa contribuir para o crescimento da cidade

 

Na tarde desta quarta-feira, 30, o Secretário de Economia do DF, André Clemente, se reuniu com representantes do setor produtivo para apresentar o Fórum Econômico pós-Covid-19.

 

A proposta do debate é elevar a análise do cenário atual e futuro com base nos dados estatísticos e de vivência do setor produtivo. “Ninguém sabe como vai ser o cenário pós-Covid-19, mas podemos trabalhar com diversas possibilidades porque usamos muitas pesquisas. A Codeplan tem feito um trabalho importantíssimo que nos orienta para onde devemos ir. A demanda na área econômica não acaba e estamos preparados”, afirmou Clemente.

 

O Fórum Econômico abordará três níveis de debate: tempo de falar; tempo de ouvir; e tempo de agir. O primeiro traz painéis temáticos, com reflexões analíticas sobre o Mundo e o Brasil, com exposições quinzenais no programa “Tempo de Economia”, da SEEC, com estudo de dados e indicadores setoriais e globais. Segundo Carlos Eduardo Loddo, assessor da Pasta, no segundo momento, os representantes dos setores produtivos reúnem-se para debater ações em oficinas guiadas por consultores. “São encontros fechados que levam o debate sobre os desafios e a contribuição do Estado”, esclarece Loddo.

 

A terceira etapa do Fórum – Tempo de Agir – traz os resultados em relatórios setoriais que, ao final do projeto, em meados de dezembro deste ano, apresentará o Relatório Final, com monitoramento e implementação das ações.

 

Rose Rainha, diretora do Sebrae e secretária-executiva do Conselho Permanente de Políticas Públicas e Gestão Governamental do DF enalteceu a iniciativa e falou da preocupação de se pensar o agora. “Nossa intenção é apresentar ações em diversas reuniões com representantes de todos os setores produtivos. Esse Fórum vem para deixar o setor produtivo da nossa cidade cada vez mais unido”, declarou.

 

“Nosso suporte como Estado começa na hora do planejamento, não só da entrega. Setores produtivo e academia estão juntos para entenderem o que é urgente: de curto, médio e longo prazo. A forma de apresentar e organizar pode viabilizar a entrega e priorizar as ações”, acrescentou Clemente.

 

“As ações do Pró-Economia I ajudaram muito no entusiasmo do setor produtivo. Faz o setor ficar mais confiante em investir e gerar novas possibilidades. Temos um Governo ágil e corajoso, que atende. Esse Fórum vem fortalecer esse laço entre nós”, disse José Aparecido Freire, presidente da Fecomércio-DF.

 

Ao final da reunião, o secretário André Clemente reforçou a importância de olhar para o todo: “Não podemos ver o crescimento econômico sem pensar na qualidade de vida. Crescimento social é muito importante nesse debate. Precisamos saber capacitar pessoas conforme demanda do setor produtivo, atendendo aos vulneráveis. E a reflexão que fica é: o que podemos fazer com Estado?”.

 

Estiveram presentes no evento o secretário de Desenvolvimento Econômico do DF, José Eduardo Pereira; Rose Rainha, secretária-executiva CPPG e diretora do Sebrae-DF; Jean Lima, presidente da Codeplan; Jamal Bittar, presidente da FIBRA; José Aparecido Freire, presidente da Fecomércio-DF; Fernando Ribeiro, presidente da FAPE; Valdeci Machado, presidente da FACI-DF; Eduardo Aroeira, presidente da ADEMI-DF; Luiz Afonso Delgado Assad, presidente da ASBRACO; e Eduardo Pereira Neto, 1º Vice-Presidente do CDL-DF (representando o presidente).

 

Tempo de Economia
O encontro quinzenal reúne especialistas e representantes do poder público em debate sobre os desafios e as iniciativas voltadas para o reaquecimento das atividades econômicas. O evento on-line é mediado pelo secretário de Economia, André Clemente, e transmitido pelo canal da pasta no YouTube, quartas-feiras, às 17h.