Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/04/21 às 19h45 - Atualizado em 28/04/21 às 16h49

Campanha “Sangue é Vida” leva servidores para doação no Hemocentro

COMPARTILHAR

 

Um grupo de dez servidores participou nesta terça-feira (27) da campanha “Sangue é Vida”, doando sangue no Hemocentro. A ação foi promovida pela Secretaria Executiva de Qualidade de Vida e Valorização do Servidor (Sequali), da Secretaria de Economia.

 

Segundo o Hemocentro, os estoques de sangue diminuíram consideravelmente devido à pandemia. Por isso, é necessário contar com a solidariedade da população para manter em níveis adequados os estoques de sangue.

 

Segundo a secretária executiva da Sequali, Adriana Faria, a expectativa é de promover a conscientização entre os servidores do GDF para que adquiram o hábito de doar sangue, gerando ações além do período da campanha. “A mobilização dos servidores para doação de sangue é mais um gesto de atenção que oferecemos a quem mais precisa”, detalha Adriana Faria.

 

Nesta terça (27) e quarta-feira (28) estão sendo organizados transporte dos doadores ao Hemocentro, para servidores previamente agendados.

 

A subsecretária de Valorização do Servidor da Sequali, Jozélia Praça de Medeiros, foi uma das doadoras. Segundo ela, esse é um momento fundamental para exercer essa contribuição. “Esta é uma oportunidade de poder ajudar aqueles que estão precisando, especialmente neste momento de pandemia. Nós estamos aqui para incentivar nossos servidores porque temos muito a oferecer. Se cada um se conscientizar, poderá perceber que tem muito a contribuir com o próximo”, destacou.

 

A servidora Juliana Tolentino, diretora-executiva da Escola de Governo (EGOV), compareceu pela primeira vez para fazer uma doação, e pretende tornar isso um hábito. “Doar sangue é doar vida. É uma forma de retribuirmos a saúde e a vida que nós temos. Acho que é muito importante e todos deveriam ajudar”, afirma.

 

A campanha “Sangue é Vida” continua incentivando a doação pelos servidores até o dia 7 de maio. Os interessados podem agendar individualmente a doação pelo site agenda.df.gov.br ou pelos telefones 160 opção 2, ou 0800 644 0160. O horário do atendimento telefônico é das 7h às 21h, de segunda a sexta-feira, e das 8h às 18h nos sábados, domingos e feriados.

 

Para doar sangue, é necessário atender a algumas condições básicas. O doador precisa ter mais de 16 anos de idade e menos de 70 anos. Precisa pesar mais de 51 quilos e ter IMC maior ou igual a 18,5. No momento da doação, é necessário apresentar documento de identificação oficial com foto. Não são aceitos crachás funcionais, carteiras estudantis nem certidão de nascimento.

 

Recomenda-se que o doador tenha dormido pelo menos seis horas na noite anterior, e não ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas anteriores. Além disso, não deve fumar nas duas horas que antecedem a doação. Deve-se estar bem alimentado, ter ingerido bastante água e evitar alimentos gordurosos, com uma antecedência de três horas. Há alguns medicamentos que podem impedir a doação, que devem ser consultados.