Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/09/20 às 10h20 - Atualizado em 17/09/20 às 10h24

Setembro Amarelo: a informação pode salvar vidas

COMPARTILHAR

O último dia do seminário online tratou sobre prevenção ao suicídio no âmbito da saúde pública

 

Nessa quarta-feira, 16, terceiro e último dia do seminário virtual Setembro Amarelo, três palestras abordaram temas relacionados à prevenção do suicídio. A mediação foi feita pela subsecretária de Segurança e Saúde no Trabalho, da Secretaria de Economia, Ana Paula Delgado de Lima.

 

Na primeira palestra, a psicóloga Jacqueline Ferraz falou sobre a possibilidade de se prevenir o suicídio. Segundo a especialista, o suicídio é um fenômeno complexo e multifatorial. “Para oferecer proteção, é fundamental o acesso a serviços e cuidados de saúde mental, além de uma rede socioafetiva que ofereça suporte em situações de crise”, detalhou. “Se você perceber que alguém está em sofrimento psíquico, você pode oferecer uma escuta solidária, empática e sem julgamentos. E, se preciso, orientar a pessoa a procurar atendimento especializado”, acrescentou a psicóloga.

 

Em seguida, a psicóloga Samita Batista Vieira Vaz abordou sobre o serviço do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) no contexto da saúde mental. A especialista contou que por mês os profissionais realizam 148 atendimentos in loco. O núcleo desenvolve um trabalho de prevenção ao suicídio e também de encaminhamento à rede de saúde mental. 

 

Na terceira e última exposição,o psicólogo Felipe de Baére tratou sobre Suicidologia, Gênero e Sexualidades e Direitos Humanos. Ele falou sobre a importância das campanhas pela valorização da vida e destacou a necessidade da reflexão sobre o tema: “Por que tantas pessoas não querem mais viver?”. Baére citou a condição de vulnerabilidade de algumas pessoas e abordou a importância da continuidade de investimentos no Sistema Único de Saúde (SUS) e no aprimoramento do Núcleo de Saúde Mental (Nusam), no contexto de prevenção ao suicídio. 

 

O webinário foi uma ação da Secretaria Executiva de Valorização e Qualidade de Vida, da Secretaria de Economia. Sobre os três dias de evento, a secretária-executiva Adriana Faria afirmou: “Foram dias bastante produtivos, com a participação de pessoas muito experientes no assunto. É realmente importante atuarmos na promoção da saúde mental e prevenção do suicídio. Mas é fundamental ter informações suficientes para que a gente possa atuar de maneira correta”.

 

Confira  as coberturas do primeiro e segundo dia do webinário.