Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/06/20 às 11h45 - Atualizado em 11/09/20 às 11h00

Recadastramento abrange 95% dos servidores do GDF

Até julho, as áreas de recursos humanos vão receber a relação dos que deixaram de atualizar informações

 

Coordenado pela Secretaria de Economia, o recadastramento de dados dos servidores e empregados públicos ativos do Governo do Distrito Federal alcançou 95% do público-alvo, com a participação de 110.595 pessoas. A atualização on-line do cadastro teve início em agosto de 2019 e terminou em 20 de maio deste ano.

 

A previsão inicial era de um total de 110.631 servidores e empregados que deveriam se cadastrar no Sistema de Recadastramento, Complementação e Atualização de Dados (Recad). Porém, com a atualização das informações, o número final ficou em 116.527. Não realizaram o cadastro no prazo estipulado 5.932 profissionais — a maior parte, servidores em licença (afastamento).

 

O objetivo é que 100% dos servidores façam o recadastramento, uma vez que os dados vão alimentar o Sistema Integrado de Gestão de Pessoas (Sigepe) – que vai substituir o Sistema Único de Gestão de Recursos Humanos (Sigrh), utilizado desde 1993.

 

Etapas

 

A iniciativa foi direcionada a todos os servidores ativos da administração direta, autárquica e fundacional e aos empregados públicos de empresas dependentes do Tesouro do Distrito Federal, inclusive os servidores ativos sem vínculo (comissionados), os cedidos, os afastados ou licenciados e os servidores temporários.

 

A atualização foi feita por etapas, em quatro grupos. O primeiro foi o das empresas públicas, seguido da administração direta e das secretarias de Saúde (SES) e de Educação (SEE).

 

Os dados preenchidos no sistema on-line da Secretaria de Economia devem ser validados pela área de gestão de pessoas de cada órgão ou empresa. Ainda estão em fase de homologação as informações da SEE, que tem até o dia 30 deste mês para finalizar o processo.

 

De acordo com os técnicos da Secretaria de Economia que coordenam o processo, até julho será enviada à área de recursos humanos a relação dos respectivos empregados ou servidores que não se recadastraram para que se adotem as providências.

 

Fonte: ASCOM/SEEC